Fórum CFA de Gestão Pública - FOGESP

Governança Pública

Fórum CFA de Gestão Pública – FOGESP

por Governança em Foco

Gestão Pública: O Conselho Federal de Administração realiza o Fórum de Gestão Pública – FOGESP nos dias 6,7 e 8 de junho de 2018 em Brasília.


Com temas atuais como: “Novos Papéis nas relações da sociedade com o Estado, Gestão da Desigualdade no Brasil: um problema de decisão inadiável, Governança se faz com Confiança”, entre outros, o Fórum CFA de Gestão Pública pretende trazer à tona, debates com dados e fatos concretos para efetivamente contribuir com a discussão do futuro político do Brasil” afirma um dos palestrantes, o Consultor organizacional e professor de ativos intangíveis – Marco Tulio Zanini! A tônica do Fórum é repensar, reconceituar essa relação entre Estado, governo, sociedade, aparatos organizacionais e cidadania. “É hora de inverter a pirâmide e compreender o Estado a partir da cidadania, pois a sua existência se justifica quando atua no sentido de atender às necessidades essenciais dos cidadãos, e não o contrário, pensamento predominante no modelo clássico. A gestão pública é o retrato vivo dessa mudança paradigmática.”

Serão 3 dias de muita informação e debates importantes para a formação de um novo pensamento, uma nova conceituação da função do Estado e, simultaneamente, do papel do Cidadão Comum e da Gestão Pública no Brasil. Hoje a mudança acontece “em tempo real”, tudo muda o tempo todo! Isso exige, conhecimento, reflexão e capacidade para avaliar os fatos com bom senso e clareza em curto prazo!

O Fórum tem a pretensão de contribuir com essa construção, com esse entendimento, com esse desenvolvimento!


Clique aqui para ver a programação!


Para entender como vai ser o Fórum, assista o Professor Luiz Augusto Costa Leite, respondendo: O que é o Fórum e quais os motivos que levaram o CFA para realizá-lo:


Confira também a entrevista do filósofo francês Gilles Lipovetsky, considerado um dos pensadores mais importantes do mundo atual, que fará a palestra magna do Fórum CFA de Gestão Pública.

Nas democracias anteriores as grandes ideologias funcionavam como religiões. Não era solicitado ter espírito crítico.



 

Cadastre-se e receba nossa newsletter

Seu e-mail foi inserido em nossa newsletter.

Feito por Santa Fé/FALOMI